Atletismo Russo só participará dos jogos Rio 2016 se mudar política antidoping

Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach revelou estar confiante de que a Rússia tome as medidas necessárias e reformule a sua política antidoping para que os atletas estejam limpos e aptos a competirem nas Olimpíadas do Rio, em 2016. Em um comunicado divulgado pela Associated Press (AP), Bach prestou o seu apoio a Alexander Zhukov, chefe do Comitê Olímpico russo encarregado de supervisionar as reformas da Federação de Atletismo da Rússia, que inclui um maior controle sobre a agência antidoping nacional e os testes realizados em laboratórios do país.

As falhas encontradas foram alvo de críticas de um relatório de 325 páginas divulgado na última segunda-feira pela Agência Internacional Antidoping (Wada).

O COI anunciou o acordo com Zhukov um dia depois de a Rússia ser suspensa provisoriamente de competições internacionais, incluindo os Jogos Olímpicos, pela Associação de Federações Internacionais.

Fonte: globoesporte.com